8 de setembro de 2011

diz-me o motivo

Estou atolada de sentimentos. E eles tão diferentes. A cabeça diz que não importa, o que na verdade importa e muito. Tento apagar essas coisas e nem pensar nisso quero, mas depois há sempre qualquer coisa que me o obriga a fazer, e lá se vai a minha protecção. Depois sinto uma vontade enorme de chorar, mas, por mais estranho que pareça, mesmo que tente nem cai uma lágrima. Quem me dera que chorasse, faz-me tão bem, fico tão mais calma.

1 comentário:

M. disse...

Chora pode nada significar. Nem um sentir sequer:(