7 de setembro de 2011

Ignorar gente merdosa

Acho que nunca tive um relacionamento com ninguém como o que tenho contigo. Começámos a falar já não me lembro como, admito, costumávamos sair juntos com o pessoal mas começava com um olá, beijinho, e acabava com um tchau.
Até que surgiu a troca constante de mensagens, ficámos muito amigos e já contávamos praticamente tudo um ao outro e éramos o apoio um do outro, tu pelo menos eras o meu. Depois ficávamos semanas sem falar, sempre por causa de uma discussão qualquer estúpida, e ficávamos assim até que o orgulho de um de nós os dois cedesse.
A nossa amizade ficou muito forte tal como outras coisas, mas não resultou devido à mesquinhez de uma certa pessoa. A partir disso deixámos de falar.
Essa fase passou e gosto de como estamos agora. És o meu melhor amigo, obrigada por me compreenderes e por me ajudares quando estou triste, chateada, zangada, revoltada, etc. Sabes  tão bem como eu que lido com as coisas de uma maneira diferente, que sou sincera e que digo aquilo que tenho a dizer, e se não disser, acabo por explodir, tu sabes...
E sabes mais uma coisa? Adoro aquelas nossas mensagens a gozar um com o outro, como estamos constantemente a fazer. És feio e mentiroso, é pena xD
Mas isto resulta melhor assim, não achas?
E claro que agora tenho que dizer isto, se não até parece mal, tanto paleio para nada: Gosto de ti :)

1 comentário:

nicolemorais disse...

sabe tão bem ter um amigo assim :)